”Fred Jossias deve parar de tentar separar Moçambique e Angola” – João Moderno

Spread the love
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Já é corriqueira a tentativa deste apresentador de separar os dois países culturalmente, tentando
colocar artistas moçambicanos e angolanos uns contra outros. Fred Jossias tem ultimamente destacado
casos de supostos plágios que segundo o mesmo estão a ser protagonizados por artistas angolanos.

São raras as vezes em que plágio de uma música desacredita um artista. O plágio existe em todos
os quadrantes pode ser feito conscientemente ou inconscientemente. Não estou a incentivar a
plágio, mas esta é uma forma bastante errada para denigrir imagem de quem quer que seja.

Acompanhou-se no passado, o caso do rei do Pop Michael Jackson que foi acusado pelo saxofonista e cantor camaronês Manu Dibango de ter copiado a música Soul Makossa e, foi obrigado a pagar 1 milhão de francos franceses (cerca de US$ 200 mil) a Dibango por direitos autorais. O segundo caso que pretendo trazer como ilustração é o do cantor americano
Michael Bolton, este foi condenado a pagar uma indenização de US$ 5,4 milhões depois que a Justiça considerou a sua canção Love Is a Wonderful Thing, do álbum Time, Love & Tenderness (1991) parecida demais com o tema de mesmo nome dos Isley Brothers,
lançado em 1966. E o Ultimo e mais recente caso é do cantor Roberto Carlos, O Rei foi condenado por plágio em 2004. A ação do compositor Sebastião Braga, que tinha composto a canção sob o nome Loucuras de Amor anos antes, tramitou durante 14 anos. Roberto Carlos acabou sendo condenado e teve que pagar uma multa de R$ 2,6 milhões. A música foi retirada do catálogo discográfico do Rei.

Depois destes três exemplos podemos perceber que primeiro trata-se de artistas de gabarito internacional que tem um longo percurso, com isto estou a querer dizer que questões de plagio sucedem a anos, e se formos a reparar actualmente, os mesmos artistas que usei como referencia, em nenhum momento foram desconsiderados por estes actos pelos seus fãs, ou seja, Michael Jackson, Michael Bolton e Roberto Carlos só tiveram uma sanção a nível judicial. Os fãs ou admiradores em nenhum momento deixaram de dançar uma musica por exemplo, só porque é plagio. Será que tais plágios só são feitos no sentido Angola/ Moçambique? O Fred poderia ter muitos motivos para agir de tal forma mas este não é o motivo certo. Para mim há aqui intenção própria de alguém que quer prejudicar a todo o custo. Há factores históricos muito profundos, que o mesmo não toma em atenção.

Estes dois países partilham história. Moçambique e Angola têm a sua independência em 1975, Portugal como colonizador comum, partilham a língua como colonial herança entre outros traços. Não é necessário dividir moçambique e angola, não se apaga uma história. A meu ver, Jossias tende a ter essas atitudes porque culturalmente os angolanos estão a conseguir se impor no seu país e no mundo e vender a sua cultura além-fronteiras. Quando chegam a moçambique por exemplo: são tratados como verdadeiros artistas enquanto tal ocorrência não são uma realidade para os artistas moçambicanos.
Não é culpa dos angolanos se não acontece o mesmo com os artistas moçambicanos. Consta-me que em angola começa a haver uma consciência cultural e por via disto o patamar que eles experienciam hoje. Fred jossias está a fazer uma luta na contramão. Antes de lutar contra a dita “penetração angolana” porque não luta para a valorização dos seus compatriotas? Onde os angolanos estão hoje, acredito que tenha sido fruto de muito trabalho. Nós moçambicanos devias tê-los como exemplo e não semearmos nas pessoas Ódio e Intrigas.

Os Angolanos procuram e sempre procuraram ter uma boa relação com moçambicanos. No passado Castelo Bravo sofreu um acidente de viação e quem custeou suas despesas hospitalares foi um angolano, Dji Tafinha participou no último álbum da G-pro como cantor e produtor (Fez corro da Musica de 3H – Zona Quente e Produziu a Instrumental “UM EM UM MILHAO”).

C4 pedro reconheceu a nível mundial usando a internet, o valor do cantor Hot Blaze, Yannick
Afroman também reconheceu o talento de Twenty fingers na internet. Sem falar também do Reconhecimento que vem por parte de Yuri da Cunha para Mr. Bow quase sempre que este lança. Tivemos há bocado, Azagaia e Emerson Miranda no evento Angola Music Award. Qual é o motivo que temos para nos separar deste povo? Em fim, há um trabalho de base que precisa de ser feito. Quando tu tratas bem os filhos do vizinho e mal os teus, a culpa é dos filhos do vizinho? Temos que limpar a casa.

Diz o Jovem João Da Diamantina Moderno Articulista, cronista e Produtor de instrumentais.